Investimento passivo vs. Investimento ativo

Como escolher entre investimento passivo vs. investimento ativo? Bem, esta é uma dúvida de milhares de pessoas em diversas fases da vida. 

Escolher cada um dos produtos e ativos financeiros não é a única opção na hora de construir seu portfólio de investimentos. Você também precisa saber como tomar decisões – o que levanta a questão de saber se a gestão de investimentos é ativa ou passiva.

Em ambas as opções, os investidores colocam algum nível de esforço e atenção no processo de seleção. Portanto, diferentes retornos podem ser obtidos. Ao entender o que faz sentido para você, você pode tomar decisões mais estratégicas.

Em seguida, saiba o que são e quais as principais diferenças entre o investimento passivo vs. investimento ativo, além de como eles funcionam e muito mais. Boa leitura!

Investimento Passivo: O Que É?

O investimento passivo oferece uma alocação de recursos que requer menos esforço do que o investimento ativo. As escolhas não precisam ser feitas individualmente, e certas etapas da tomada de decisão podem ser eliminadas ou facilitadas.

Para entender melhor, vamos imaginar investir em ações. Embora o investimento ativo envolva comprar cada ação diretamente, por meio de avaliação pessoal, podemos demonstrar o investimento passivo com um portfólio recomendado.

É composto por analistas financeiros certificados que são responsáveis ​​pela pesquisa e consideração de cada ação. Então todo esse conhecimento é apresentado na forma de um portfólio já balanceado.

Além disso, as carteiras recomendadas podem seguir estratégias específicas, como quando estão envolvidos bons pagadores de dividendos ou empresas sustentáveis. Na prática, o investidor não precisa estudar todas as empresas, ele só precisa adquirir as ações.

Investimento Ativo: O Que É?

Por outro lado, entre investimento passivo vs. investimento ativo, os ativos são aqueles que exigem maior dedicação do investidor. Nesse caso, é sua responsabilidade identificar e selecionar cada investimento com base na análise dos critérios relevantes.

Portanto, mais esforço é necessário para completar a composição da carteira. Na prática, as decisões são tomadas individualmente e demandam mais tempo. Geralmente, o objetivo é superar a média do mercado, e por isso você realiza suas análises para tomar suas decisões.

Um exemplo simples de investimento ativo é comprar ações por conta própria a longo prazo. Você tem que fazer uma análise minuciosa de cada empresa para selecioná-las, e,  então, monitorar o desempenho do seu portfólio.

Para os adeptos de Trade, a atividade é ainda mais intensa. Os investidores especulativos prestam atenção ao momento exato das alocações. Isso porque é necessário saber o timing ideal para abrir e fechar uma posição para encontrar o resultado desejado.

Fundos de Investimento são investimentos ativos ou passivos?

Ao considerar qual a melhor opção entre o investimento passivo vs. investimento ativo, deve-se entender que essas classificações também podem ser estendidas a fundos mútuos. 

Dito isso, os fundos também podem ser gerenciados de forma ativa ou passiva, dependendo da estratégia empregada.

Por exemplo, pense nos fundos de ações tradicionais. O objetivo geralmente é superar benchmarks de mercado, como o Ibovespa. Portanto, os gestores devem usar seu conhecimento dos mercados financeiros para selecionar ações.

Tudo isso exige mais esforço e mais preparação. O objetivo de um fundo de investimento com gestão ativa é que o gestor seja capaz de selecionar os ativos mais interessantes, e esses ativos possam coletivamente entregar resultados acima do mercado.

Por outro lado, existe também a possibilidade de gestão passiva. É o caso dos fundos de índice ou fundos negociados em bolsa (ETFs). Estes estão atrelados a indicadores de mercado e têm como objetivo obter resultados comparáveis ​​à média do mercado, replicando carteiras teóricas.

Logo, o gestor não precisa escolher individualmente cada ativo. Em vez disso, faz a compra de acordo com a composição prevista no indicador. Isso faz com que os resultados estejam equiparados ao índice — e que a decisão do gestor seja passiva.

Portanto, os gestores não precisam selecionar cada ativo individualmente. Em vez disso, ele compra com base nos componentes previstos no indicador. Isso torna o resultado equivalente ao índice – e à decisão passiva do gestor.

Agora, qual a melhor opção para você: investimento passivo vs. investimento ativo? É o que veremos no tópico a seguir.

Investimento Passivo vs. Investimento Ativo: como escolher?

Considerando que o investimento ativo e passivo são bem diferentes, faz sentido ser cético sobre qual escolher. No entanto, essa decisão depende de muitos fatores.

Primeiro, você precisa conhecer seu perfil de investidor. Dependendo da sua tolerância ao risco e volatilidade, pode ser mais divertido tomar suas próprias decisões ou escolher investimentos recomendados – o mesmo vale para comprar cotas de fundos.

Também é importante avaliar seus objetivos financeiros. Dependendo deles, pode fazer mais sentido focar nas decisões individuais ou seguir estratégias passivas. Considere especialmente o tempo que você planeja colocar no mercado.

Depois de considerar esses pontos, é interessante saber avaliar quando escolher um investimento ativo ou passivo. Confira os pontos fortes de cada um!

Vantagens do Investimento Passivo

A principal vantagem do investimento passivo é maior utilidade e facilidade de uso. Você não precisa realizar análises detalhadas e demoradas. Então, se você quer ser ágil ou ainda não tem muita experiência, esse pode ser o caminho a seguir.

Outro ponto interessante é que o custo costuma ser menor. Despesas operacionais mais baixas são comuns – e fundos gerenciados passivamente têm taxas de administração mais baixas. Quando se trata de risco, o investimento passivo pode facilitar a gestão.

Considerando as diferenças, parece que o investimento ativo e passivo andam de mãos dadas. Então, dependendo das suas características, você pode ter os dois na carteira. Assim, você pode aproveitar os benefícios de ambas as decisões.

Vantagens do Investimento Ativo

Uma das maiores vantagens do investimento ativo é o potencial de ganhos que ele oferece. Você tem a oportunidade de obter retornos acima da média, o que pode ajudá-lo a monetizar seu portfólio e construir ativos mais rapidamente.

É também uma opção que traz mais flexibilidade e autonomia. Não há necessidade de seguir um portfólio específico, então fique à vontade para aproveitar as oportunidades. Você também é livre para ajustar sua estratégia e levar em conta novas necessidades e características.

No entanto, esteja avisado: maiores possibilidades de retorno e maior liberdade também aumentam o nível de risco. Afinal, sua exposição a interpretações equivocadas do mercado e ativos de risco pode aumentar.

Como vimos, para escolher entre investimento passivo vs. investimento ativo, vai depender de como a escolha é feita. Cada um tem vantagens e desvantagens e, ao escrever um portfólio, você pode escolher ambos com base no seu perfil, objetivos e estratégia.

Continue acompanhando o nosso blog para se manter informado sobre o mercado financeiro. Até o próximo post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *