alcancei a independência financeira

Você já deve ter visto em outros posts aqui no blog do meusdividendos.com algumas dicas do que fazer para alcançar a independência financeira. Mas e depois que você já chegou lá, como manter o patrimônio sólido, evitando perdas e riscos desnecessários?

Este passo também é importante, já que uma vez que o dinheiro não seja mais um problema, você não vai querer voltar atrás, certo? Então é fundamental tomar conta desse patrimônio com muito cuidado e atenção. Afinal de contas, é ele quem paga as suas contas neste momento.

Inclusive, podemos definir a independência financeira como a fase em que a renda passiva proveniente dos seus investimentos é suficiente para cobrir todas as suas despesas mensais. Dessa forma, o emprego fixo deixa de ser uma necessidade e vira uma opção.

Porém, ao contrário do que muita gente pensa, ao chegar nessa fase não adianta você largar tudo e ficar só curtindo, não! Ainda é preciso tomar algumas providências, ficar atento a alguns indicadores, e manter tudo certinho para não “deixar a peteca cair”.

Por isso, se esta é a sua dúvida e a sua fase como investidor, chegou ao lugar certo. No artigo de hoje iremos explicar para você o que fazer depois de alcançar a independência financeira. 

E se você não chegou lá ainda, não se preocupe. Vamos mostrar rapidamente quais os principais passos para você alcançar este objetivo. Boa leitura!

Como alcançar a Independência Financeira

A independência financeira acontece depois de muito tempo de dedicação e investimentos no mercado financeiro. Ela se dá basicamente pelo fato de que você não precisa mais do seu salário para pagar suas contas, já que a renda passiva dos investimentos torna-se suficiente. 

Mas como chegar nesse patamar? Bem, o primeiro passo de todos é simples: começar. Muita gente deixa de percorrer o caminho da independência financeira porque pensa ser difícil ou até impossível. Porém, você já viu alguém conseguir sem ao menos começar? 

Por isso, o primeiro passo é tomar a decisão de que este é o caminho que você vai trilhar a partir de agora. Se for mesmo este o seu objetivo, tudo que você for fazer de agora em diante deverá ser feito respeitando o seu novo projeto.

Para isso, comece pagando as suas dívidas e observando se sobra algum dinheiro para investir. Crie uma reserva de emergência, de no mínimo 6 meses o valor dos seus custos mensais. Essa reserva vai trazer o respaldo econômico para investir nas melhores opções.

Depois de criada a reserva, busque aprender sobre os melhores investimentos do mercado. Busque conhecimento. É o conhecimento que irá diminuir a incidência de riscos ao seu patrimônio. E comece a investir.

Invista nas melhores opções do mercado de acordo com a sua análise. Ao começar a receber os dividendos e lucros dos investimentos, reinvista cada centavo a fim de garantir os juros compostos.

Faça isso repetidas vezes, mensalmente, por muito tempo. Até que os dividendos recebidos cubram os seus custos mensais, sejam maiores que o seu salário atual. Neste momento você terá alcançado a independência financeira.

Alcancei a Independência Financeira, e agora? 

No momento em que você está construindo um patrimônio sólido e seguro, que rentabilize para você o suficiente para que você possa viver de renda, é preciso optar por investimentos mais arrojados. Aqueles que envolvem mais riscos, mas que também oferecem uma rentabilidade melhor.

Agora, depois de alcançar a independência financeira, você já não precisa mais correr grandes riscos, então o ideal é começar a optar por opções mais seguras. Uma estratégia um pouco mais conservadora do que aquela de quem ainda está criando patrimônio. 

Dessa forma, uma opção é manter a grande maioria dos seus investimentos predominantemente na renda fixa, a fim de ficar mais tranquilo apenas desfrutando da sua rentabilidade. 

Porém, se você deseja continuar a sua vida de investidor, então tudo bem se você desejar manter os seus investimentos em opções mais rentáveis e arriscadas. 

E será que isso vale a pena?

Depende! Quando você alcança a independência financeira, o maior benefício não é somente a não-preocupação com o dinheiro mas, sim, a liberdade de escolher fazer o que você bem entender da vida. Ou seja, se dedicar a um trabalho voluntário, trabalhar só por paixão, ou até mesmo ficar acompanhando o mercado e realizando novos investimentos. 

Cuidados que você terá com seu patrimônio

Uma das principais preocupações de quem alcançou a independência financeira é não perder aquela qualidade de vida que os investimentos já lhe permitiram. 

Portanto, você vai precisar começar a se importar em preservar os ganhos do seu patrimônio. Para isso, você precisa ficar de olho em um indicador: a inflação. A inflação é capaz de diminuir os seus ganhos sem que você tenha nada a ver com isso.

Então qual o melhor jeito de contornar este problema? Tem uma maneira muito simples que envolve o seu planejamento financeiro mensal: contabilizar a sua inflação pessoal.

É claro que a inflação nacional é importante e deve ser levada em consideração. Mas não só ela, como toda a sua inflação. Vamos explicar… Digamos que nas suas finanças do mês, o valor do super não subiu, mas subiu o preço da escola do seu filho, por exemplo.

Nesse sentido, o seu orçamento mensal ficou mais caro, portanto, a sua renda passiva proveniente da sua independência financeira não fornecerá mais a mesma qualidade de vida. Nesse caso, seria bom proteger previamente parte da carteira para que ela te proteja da inflação

Conclusão

Agora que você já sabe como alcançar a independência financeira e o que fazer para preservar o seu patrimônio depois de ter alcançado, é só correr para o abraço.

Lembre-se que quando você está na fase do trabalhador, o aumento da inflação geralmente é corrigido pelo aumento do salário. Mas quando você é independente financeiramente e já não possui mais um emprego, você deve corrigir este aumento através dos investimentos.

Estude, aprenda e faça os manejos corretos, e depois volte a optar por opções mais conservadoras. Só assim você conseguirá manter a sua qualidade de vida e viver a sua independência financeira de maneira plena e feliz. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *